7 boas práticas para organizar o pedido de produtos na sua entidade
Entidades Marketing

7 boas práticas para organizar o pedido de produtos da sua entidade

Todo membro de uma entidade estudantil, principalmente as atléticas, sabe o quanto é indispensável ter uma lojinha própria e, pra isso, é importante estar atento na hora de organizar o pedido dos produtos.

Essa é uma ótima forma de engajar a galera e criar um vínculo com o seu público!

Por isso, apostar no estilo e vestir a faculdade toda dos pés à cabeça com as cores e a marca da sua entidade é uma boa pedida para conquistar os universitários!

Mas uma das maiores dificuldades enfrentadas pelos diretores de marketing é definir o que, como e quando lançar algo, não é?

Então se você quer bombar a sua entidade, mas não sabe por onde começar, se liga nas 7 REGRAS para fazer um ótimo pedido de produtos!

1. FAÇA UMA PESQUISA DE MERCADO

Pesquisa de mercado

Entender o que seu público quer e oferecer no momento certo é a chave para o sucesso. E se tratando de entidades estudantis, isso não é diferente.

Conhece a Lei da Oferta e Procura?

Seguindo ela, a atlética precisa se planejar para ter o produto certo, no momento certo, com o preço certo e para as pessoas certas.

Pedir produtos só uma vez por ano? Pedir trimestralmente?

Não existe fórmula mágica para isso, porque o que importa é você ter a resposta para as seguintes perguntas:

  1. O meu público quer o que eu pretendo oferecer?
  2. Se sim, qual é o número médio de interessados?

Nessa etapa, abuse do poder das enquetes nas redes sociais, se ligue nas tendências e investigue o que a galera gostaria de comprar!

2. FIQUE DE OLHO NO CALENDÁRIO

Calendário

O primeiro passo da segunda regra é definir quais são as datas importantes para a sua entidade e prever essa procura, que é comum em épocas específicas, como:

  1. Começo de semestre ou do ano, com a chegada dos calouros!
  2. Jogos Universitários
  3. Festas grandes e tradicionais da entidade

Mas não adianta fazer tudo de uma vez!

É muito importante que esse calendário seja bem formulado para evitar chocar datas de venda de festas e jogos e também para garantir que o moletom não seja vendido no verão, por exemplo.

Outra coisa importantíssima que deve ser levada em conta são os períodos em que o pessoal vai estar com dinheiro no bolso, que em geral ocorre no início de cada mês.

3. PESQUISE BONS FORNECEDORES

Fornecedores

Com o aumento da quantidade de entidades no país, surgiram também muitas novas empresas especializadas nesse tipo de público e prontas para te ajudar a fazer o seu pedido de produtos!

Mas fique atento! Você está lidando com a sua marca e deve prezar pela qualidade (aqui está em jogo a reputação da própria entidade), por isso todo cuidado é pouco na hora de escolher quem produzirá os artigos.

Quanto melhor a qualidade do que é oferecido, maior a credibilidade da sua lojinha e, consequentemente, mais vendas.

É importante orçar em pelo menos três empresas e, se possível, ver pessoalmente produtos que eles já produziram e conferir as medidas exatas de cada peça.

Além disso, neste momento é muito importante fazer um bench com a galera de outras entidades. Uma boa indicação vale ouro!

E não se esqueça de negociar, pois você pode garantir uma gordurinha a mais de lucro em poucas mensagens com o fornecedor.

4. ORGANIZE-SE INTERNAMENTE

Organize-se internamente

Sem organização, o problema é certo. Programe-se com a equipe de design para definir com antecedência as artes necessárias, tanto do produto quanto das postagens que serão feitas para cada canal.

As vendas serão feitas online ou presencialmente? Quais serão as formas de pagamento aceitas? Haverá descontos?

Além disso, alinhe com o financeiro o investimento necessário para realizar o pedido e o lucro pretendido com ele.

Está sem dinheiro em caixa para pagar o fornecedor? Uma boa alternativa aqui é fazer uma pré-venda dos seus produtos para arrecadar uma quantia e só então dar início aos pedidos.

É uma ótima maneira de confirmar o tamanho da demanda estimada lá no início.

5. NÃO PERCA OS PRAZOS

Não perca os prazos

Aqui é onde muitas entidades acabam estragando tudo.

Na ansiedade, muitas vezes acabamos acelerando o processo e correndo o risco de receber um material feito às pressas.

Muita calma nessa hora!

Em primeiro lugar, é sempre recomendado respeitar o prazo de fabricação da empresa. Ignore isso e as chances de você ter retrabalho serão altas…

Quanto o tempo a empresa leva para produzir o produto? Quanto tempo a empresa leva para entregar o produto, incluindo o frete quando houver? Ela calcula os prazos em dias úteis ou corridos?

SEMPRE tenha uma margem de segurança confortável nos prazos, pois imprevistos acontecem.

Outra coisa importante é deixar bem claro as datas (seja para fazer a encomenda ou para retirar o produto) e ser firme em relação a isso. Se a entidade mostra que é desorganizada e não honra o que determina, a credibilidade vai pro saco.

6. DIVULGUE MUITO!

Divulgue muito

Se preocupe MUITO com a divulgação.

Não se esqueça, você não está vendendo apenas um produto, está vendendo um sonho, uma paixão, um orgulho.

Você está vendendo PERTENCIMENTO!

Organize um calendário de divulgação focado nas vendas, com muitas fotos e artes incríveis sobre os produtos disponíveis, com força total nas diferentes mídias sociais.

Abuse da criatividade! GIFS, vídeos e imagem que provoquem a interação e peçam a opinião da galera são muito bem-vindos aqui!

Pois quem não é visto, não é lembrado! E pra uma boa divulgação ainda melhor, confira essas 5 práticas pra aumentar o engajamento nas suas redes sociais.

7. FAÇA BONITO NO PÓS-COMPRA

Pós-compra

Mandou o pedido? UFA!

Agora é aguardar os produtos chegarem e correr pro abraço. Mas o trabalho não para por aí.

Lembre-se de encerrar as vendas corretamente e esteja com o time preparado para tirar toda e qualquer dúvida (atendimento ao consumidor é tudo, pô!), pois elas surgirão.

Crie uma lista com respostas para dúvidas frequentes e mantenha todo a equipe alinhada para ninguém dar bola fora.

Quando os artigos chegarem, confira tudo um a um antes de entregá-los e esteja com a política de trocas e devoluções da entidade na ponta da língua. Da mesma forma que em outros tipos de venda, elas podem acontecer.

Ah, e não esquece de compartilhar as fotos da galera usando os produtos!

Anotou tudo certinho aí?

Então manda ver que o sucesso é garantido!

Compartilha essas dicas com o time e já comece a planejar a sua próxima linha de produtos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *